Teatro

Romeu & Julieta

2001

Romeu e Julieta

Na linha do Teatro do Gesto que, desde 1996, tem vindo a desenvolver, a Companhia do Chapitô propõe uma leitura muito livre da história que ao longo de 400 anos se constituiu como um paradigma do amor trágico.

Em palco, dois actores com o apoio de alguns objectos desdobram-se em Romeu, Julieta, Lorde Montéquio. Lorde Capuleto, Paris, Tebaldo, Frei Lourenço, a Aia, o príncipe de Verona, Mercucio e uma galeria de outras figuras Shakespearieanas, num infinito jogo de identidades.

Com esta recriação de Romeu e Julieta, a Companhia do Chapitô vem mostrar que nem o amor, nem a tragédia, nem o teatro são o que eram em 1595.
O trágico pode ser cómico. O clássico pode ser contemporâneo. O texto pode ser gesto. O teatro pode ser uma festa.

 

Autoria: Criação colectiva a partir do texto de W.Shakespeare
Encenação: John Mowat
Interpretação: José Carlos Garcia e Ricardo Peres
Assistência de Encenação: Francisco Salgado
Direcção de Produção e Fotografia: Nuno Ricou Salgado
Produção Executiva: Sofia França
Imprensa: André Gonçalves
Adereços: Thomas Toutain
Operação de Luzes: Jochen Pasternacki
Apoio Técnico: Simão MCA
Vídeo: Manuel Pinto
Apoios Regulares:
Ministério da Cultura- Instituto Português das Artes do Espectáculo; Instituto Português da Juventude.

"A Companhia do Chapitô sabe o que faz. E faz comédia melhor que ninguém... O clássico torna-se contemporâneo... e a companhia merece que se lhes diga quão valoroso é o seu trabalho."

In Blitz