Teatro

Momo

1999

 

Momo

 

«A Companhia do Chapitô abriu um livro para crianças e fez uma peça para adultos...»

Público

 

Sinopse

A acção passa-se numa pequena vila onde se espalha o rumor sobre o aparecimento de uma menina a viver nas ruínas de um anfiteatro situado nas redondezas.

Os habitantes, curiosos com o acontecimento, procuram a criança e surpreendem-se pela maturidade e auto-suficiência que esta demonstra.

A grande capacidade de Momo em saber ouvir os outros vai atraindo uma série de gente, conquistando os seus corações.

No entanto, um dia, os amigos da Momo deixam de a visitar devido a um estranho mal que se abate sobre os seus corações.

E começa a viagem de Momo pelo mundo obscuro dos senhores cinzentos que nos roubam o tempo.

 

Ficha Técnica

Autor: Michael Ende

Encenação e Dramaturgia: Sandra Faleiro

Interpretação: Bruno Bravo, Carlos Marcelino, Joana Bárcia, João Paulo, José Carlos Garcia, Magda Dimas, Miguel Antunes, Rafaela Sanos, Ricardo Peres, Rini Luÿks

Direcção Musical: Fernando Mota

Música: Fernando Mota e Rini Luÿs

Operação de Som: Luís Botelho

Cenografia, Figurinos e Concepção Gráfica: Mafalda Estácio e Sara Graça

Construção dos Cenários e Apoio Técnico: João Paulo Gomes e Manuel Leitão

Confecção dos Figurinos: Perry

Desenho de Luz: Cristina Piedade

Operação de Luz: Francisco Morais

Concepção de Esquemas Aéreos: João Paulo Saraiva

Produção: João Senna e Maria Morais